Quinta-feira, 19 de Outubro de 2006

A ocupação do Rivoli na cidade do Porto

É justamente, por serem trabalhadores da arte, cultura, sérios, honestos e muito provavelmente independentes do poder político, instalado na cidade do Porto e na sociedade portuguesa, que estão a ser tratados, de forma tão discriminatória e como de criminosos terroristas ou salteadores se tratassem.

 

Então se não são criminosos terroristas ou salteadores, como é que se explica a posição da C. M do Porto, do Ministério da Cultura e a intervenção desproporcional das forças da “ordem”do poder instalado em Portugal.

 

Muito simplesmente, porque o vosso protesto por ser justo, é também e em simultâneo um protesto, que desmascara perante o Povo Português, o carácter oportunista e reaccionário da C. M do Porto e do Ministério da Cultura.

 

Um aceno de simpatia, apoio e solidariedade aos cidadãos que encabeçaram este protesto cívico e que tiveram a coragem de enfrentar o poder político instalado na cidade do Porto ao nível da autarquia bem como o ministério da Cultura da burguesia e por consequência o poder da burguesia personificado no Governo Sócrates/Cavaco Silva.

 

Que milhares de movimentos cívicos floresçam!

 

Só com luta nós aprendemos a identificar melhor os nossos falsos amigos!

 

Só com luta se pode conseguir a unidade e vencer!
Publicado Por Silplicio Portugal às 14:21
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

Contra qualquer aumento nas tarifas da electricidade!

Para aqueles que ainda têm ilusões, dúvidas e alguma dificuldade em identificar como comité de negócios do grande capital e o garante do poder da burguesia em Portugal o governo do Eng.º Sócrates/Cavaco.

 

Ora aí está com todo o seu esplendor a ditadura do grande capital! 15.7 % de aumento nas tarifas da electricidade.

 

Não me vou deter a analisar as declarações dos, energúmenos, incompetentes, imbecis, provocadores, pequenos servos, lacaios da burguesia e do grande capital como são o secretário de estado da burguesia Industria e Renovação Sr. António Castro Guerra, do Sr., Eng. Jorge Vasconcelos, presidente da chamada Entidade Reguladora dos Serviços Energético.

 

Assim como as declarações das pessoas cheias de boas intenções que já começam a reivindicar e a gritar aos quatro ventos, que este aumento na electricidade de 15.7 % tem de ser discutido no parlamento burguês de São Bento e afirmando que o governo Anti-Povo do Eng.º Sócrates/Cavaco não sabe de nada e também não tem culpa de nada.

 

O que se passa de facto é que a burguesia, classe dos exploradores com o governo anti povo do Eng.º Sócrates/Cavaco, bem como os seus aliados e cúmplices no parlamento Burguês de São Bento sabem de tudo quanto se passa, pois todos eles em conluio se preparam para convencer o Povo a aceitar este roubo através de mais um criminoso aumento, de 15.7 %, desta vez nas tarifas da electricidade. 

 

A devida resposta, tem de ser dada por todos nós a este aumento de15.7% nas tarifas da electricidade.

 

Assim é preciso que o Povo Português, se mobilize e passe de posição passiva e ainda defensiva à posição activa e um pouco mais ofensiva, dando assim uma a resposta adequada.

 

Adoptando como protesto cívico a marcação de um determinado mês, dia e hora traduzido no desligar o interruptor do quadro geral da electricidade, das nossas casas por um período de 4 horas.

 

Proponho o dia 1 de Dezembro de 2006 entre as 12 horas e as 16 horas 

 

Este aumento nas tarifas da electricidade não pode passar!

 

Contra qualquer tipo de aumento das tarifas da electricidade!

 

Ousar Lutar, Ousar Vencer!

 

Abaixo o Governo Sócrates/Cavaco!
Publicado Por Silplicio Portugal às 14:18
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 8 de Outubro de 2006

Discurso de Cavaco Silva no 5 de Outubro 2006

O grande chefe Cavaco Silva, como bom católico que é, veio confessar no dia 5 de Outubro de 2006, ao Povo, que o aparelho de Estado da Burguesia, está mais podre que a própria podridão.


Então o grande chefe quer que o Povo aprenda a ser e a agir como os burgueses, corruptos e incompetentes.


Então o grande chefe Cavaco não compreende que o Povo odeia os burgueses, corruptos e os incompetentes!  


Então o grande chefe quer que o povo aceite a ideologia e democracia burguesa, imposta pelo Governo Sócrates/e os cúmplices em São Bento.


Então o grande chefe Cavaco não compreende que o Povo odeia a democracia burguesa e muito brevemente lhes imporá a democracia Proletária!


Então o grande chefe vem dizer ao Povo que deve de continuar ser explorado e oprimido.


Então o grande chefe Cavaco não compreende que o Povo odeia os exploradores e opressores!
E já esteve mais longe o dia em que o Povo deixara de ser explorado e oprimido e derrubara do poder pela violência revolucionária a classe dos exploradores!


Então o grande chefe vem dizer ao Povo que deve aceitar a ditadura do capital imposta pelo Governo/Sócrates e seus cúmplices em São Bento.


Então o grande chefe Cavaco não compreende que quando estiverem reunidas determinadas condições Históricas o Povo dirigido pelo Partido Marxista-Leninista da classe Operária vai fazer a revolução, leva-la até ao fim transformar a sociedade, ajustar contas com os exploradores e com ele se ainda for vivo.  

Então o grande chefe quer a que o aparelho da justiça seja diferente encobrindo e protegendo ainda mais os seus amigos e aliados, criminosos e corruptos.


Então o grande chefe Cavaco, não percebe que foi o aparelho de justiça que ajudou a silenciar a candidatura do Dr. Garcia Pereira ás presidenciais 2006.


Então o grande chefe, quer que todos órgãos de informação, não divulguem os casos de incompetência e corrupção dos quais os seus amigos e aliados são os principais intervenientes.

Então o grande chefe Cavaco não percebe que foi com a ajuda de uma parte muito significativa dos órgãos da informação, dos incompetentes e corruptos, que o ajudaram a ser Presidente da República, e a silenciar as listas do PCTP/MRPP a candidatura do Dr. Garcia Pereira ás presidenciais 2006.


E como bom praticante católico que é termina o seu discurso apelando à unidade de todos os Portugueses e à celebração da Republica na santa paz do senhor.


Creio que pelo andar da carruagem o Governo Sócrates /Cavaco bem como os seus cúmplices no Parlamento de São Bento estão muito perto de entregar a alma ao criador.

Publicado Por Silplicio Portugal às 14:22
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (3) | Adicionar aos Favoritos

O Encerramento das urgências dos Hospitais

Anunciado ao Povo Português, com pompa e circunstância, pelo ministro Correia de transmissão da burguesia, ao serviço da ditadura do capital, grande lacaio e intérprete, da ideologia burguesa e do sistema de exploração capitalista.


Significa, a continuação da política anti-povo levada à prática pelo Governo Sócrates/Cavaco Silva com os seus cúmplices e aliados, com assento em São Bento, que sempre estiveram ao serviço da classe dos exploradores, impondo ao Povo a ditadura do capital.


O encerramento das urgências dos Hospitais, é em simultâneo um ataque, da burguesia classe social dominante em Portugal, e os seus partidos com assento em São Bento, aos mais elementares direitos, dos explorados e do Povo à saúde.


É preciso não nos esquecer-mos, que os candidatos dos partidos com assento em São Bento às últimas presidenciais, devem ser também responsabilizados e identificados pelo povo, como os principais aliados e cúmplices na eleição a presidente da Republica de Cavaco Silva.


É urgente perder as ilusões com esta canalha!


Abaixo o governo Anti-povo Sócrates/Cavaco!


Só os Trabalhadores Podem Vencer a Crise!

 

Publicado Por Silplicio Portugal às 11:57
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 1 de Outubro de 2006

A viagem de Cavaco Silva

O significado, da visita de Cavaco Silva a Espanha no actual contexto, da luta de classes em Portugal.

Para mim significa, o prestar vassalagem ao rei de Espanha.


O prestar de contas aos capitalistas e ao grande capital espanhol.


A assinatura, de mais um documento, passado e assinado, em branco ao Governo de Espanha na continuação da anexação do nosso Portugal pela Espanha.


A 1 de Dezembro de 1640 os traidores e o traidor mor, Miguel de Vasconcelos por muito menos, foi castigado exemplarmente!


SÓ OS TRABALHADORES PODEM VENCER A CRISE!

Publicado Por Silplicio Portugal às 11:19
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

O projecto escola “segura” de combate ao insucesso escolar

Com origem, do Ministério da Educação, difundido e coberto pela “democrática e isentos órgãos de informação”, e também apresentado com pompa e circunstância pela sra, sinistra ministra da “educação”, burguesa que só os parasitas, oportunistas e mais uns quantos iluminados admiram e apoiam.


Descobriram que existia violência nas escolas em Portugal e na sociedade Portuguesa, ao constatarem tal facto. O descobrimento de tão violenta violência.

Tão grave mal!



Descobriram também e em simultâneo, um programa que nasce e assenta num projecto, em que só os citados parasitas, oportunistas de todas as matizes, iluminados cidadãos e cidadãs, pessoas cheias de boas intenções e independentes, participaram e conhecem.

E é assim que estes “distintos” Srs. e Sras., tendo como porta-voz a Sra. sinistra ministra, nos passam a garantir que se for aplicado tal programa, vai ter grande sucesso de combate ao insucesso escolar e contribuir para a diminuição, da violência nas escolas, na sociedade Portuguesa e a todos os males daí derivados.



E a assim, que com toda a pompa e circunstância, que definem todos os actos e hábitos burgueses, que lá foi no passado dia 26 de Setembro de 2006 a Sra. sinistra ministra da “educação” burguesa viajar até a uma escola no Monte da Caparica para lá apresentar o programa, com a solução assente no tal projecto.


Vamos ser sérios!


Vamos ser compreensivos!


Vamos ser claros!


Vamos falar sobre a luta de classes!


Vamos falar de ideologias!


O P“S”comité de negócios do grande capital financeiro, que está no poder e a governar, com o apoio dos grandes grupos económicos e financeiros e da chamada “oposição” que na prática são seus amigos e aliados e com assento no parlamento burguês em São Bento.


São partidos da burguesia, ou são partidos Democráticos e do Proletariado?


Qual é a classe social, que sempre esteve e está no poder em Portugal?


É a burguesia ou o Proletariado?


Qual é a ideologia, que todos os dias é difundida por os órgãos da informação escrita, falada e televisionada em Portugal?


É a ideologia burguesa ou é a ideologia proletária?


Vamos continuar a ser sérios!


A violência que existe, nas escolas e na sociedade portuguesa não nasceu, não cresceu, não se desenvolveu, de forma natural, isto é, esta violência não é produto da natureza!

 

A violência que existe, nas escolas em Portugal e na sociedade portuguesa, é produto da ditadura de uma classe social sobre outra classe social.



A violência que existe, nas escolas em Portugal e na sociedade portuguesa, é produto do sistema de exploração capitalista, que sempre existiu e existe em Portugal e se desenvolve sem cessar.


A violência que existe, nas escolas em Portugal e na sociedade portuguesa, é produto da ideologia burguesa consequentemente, difundida e levada à prática contra o povo, por todos os partidos políticos, com assento em São Bento e o “digníssimo” outrora 1º ministro e agora presidente da Republica Burguesa Portuguesa Cavaco Silva.


A violência que existe, nas escolas em Portugal e na sociedade portuguesa, não é mais nem menos que, a violência reaccionária de uma classe social que são os exploradores, que é guiada pela ideologia burguesa e está no poder, contra outra classe que é revolucionária e são os explorados e que não está no poder que são os proletários e que é guiado pelo Marxismo-Leninismo.

Por todo o exposto, na minha maneira de observar a sociedade Portuguesa, à luz da luta de classes, este programa chamado de combate ao insucesso escolar, apresentado pela sinistra ministra da educação burguesa, é um programa na sua essência burguês, que serve a classe dos exploradores, e o seu sistema de exploração, pelo simples facto de ter sido elaborado por burgueses, tecnocratas, pessoas cheias de boas intenções, iluminados cidadãos e cidadãs independentes, apartidários, oportunista e os homens de confiança do Governo P“S”/Cavaco Silva e partidos com assento em São Bento.


Este programa promove, a bufaria, a denuncia na forma mais acabada, e outros que aí virão, a burguesia pretende levar à prática, cada vez com maior, requinte e violência a repressão e perseguição sobre os revolucionários, professores, alunos, funcionários das escolas, desde o porteiro à cozinheira, a todos os trabalhadores do ensino e educação em, Portugal e a tudo o que de democracia e democrático ainda existir dentro dos estabelecimentos de ensino tanto oficial como privado.


Pela rápida emancipação politica e ideológica de todos os explorados e oprimidos!

Este programa é burguês e serve a ideologia burguesa!


Este programa não serve o Povo!

 

Governo e oposição a mesma cambada são!


Abaixo o governo Sócrates /Cavaco Silva!


Só os trabalhadores podem vencer a crise!

Publicado Por Silplicio Portugal às 11:15
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

A Nomeação do Procurador-geral da República

O acordo para a “justiça”, recentemente celebrado entre o P “S”, P “SD”, em conluio, com os seus aliados no Parlamento em São Bento que terminou com a bênção de Cavaco Silva.


Deu à luz a nomeação de um novo Procurador-geral da Republica.


Assim, julgo correcto considerar que, à luz da luta de classes, a ideologia burguesa, a classe dos exploradores, todos os oportunistas de todos os quadrantes e matizes conseguiram mais uma pequena vitória na consolidação, continuação e manutenção do seu poder, a nível do aparelho de estado Português que é o estado da burguesia.


A nomeação do novo Procurador-geral da Republica, bem como o tal acordo, não vem de certeza, resolver a tão propagada crise da justiça que pela sua forma e aplicação é burguesa.


E porquê?

Porque a dialéctica ensinamos e o Marxismo-Leninismo, que existem dois tipos de justiça.

A justiça dos exploradores, que é burguesa e é exercida, através do seu estado, em forma sempre continuada e que é utilizada, para mater o seu sistema de exploração, reprimir e perseguir a classe operária, o partido da classe operária, os explorados, perseguir silenciar e assassinar os revolucionários, perseguir silenciar e assassinar os democratas e patriotas, a candidatura de Garcia Pereira ás presidenciais 2006, as listas do PCTP/MRPP às eleições em Portugal e finalmente o nobre e generoso Povo Português.


E a justiça dos explorados, que é Proletária e que é exercida através do seu estado em forma começada e continuada e que é utilizada, para acabar com o sistema de exploração do homem pelo homem, reprimir os exploradores, perseguir silenciar julgar e condenar os contra revolucionários, erradicar da face da terra a ideologia burguesa, defender os democratas e patriotas, o Povo e a ditadura do proletariado.


Ora o que em Portugal se passa, agora anexado pela “Democrática U E” a justiça que o Povo Português conhece e sente todos os dias na pele é a justiça dos exploradores, a justiça da classe dos burgueses e finalmente da burguesia.


Assim só com a revolução proletária e o derrube da burguesia do poder pela violência Revolucionária dos explorados e oprimidos a Justiça Proletária pode ser aplicada.


Por todo o exposto e no meu ponto de vista, não é a nomeação de um novo Procurador-geral da Republica, ainda por cima nomeado, pelo P “S”, P “SD”, em conluio, com os seus aliados no Parlamento burguês em São Bento que terminou com a bênção de Cavaco Silva, que vai trazer algo de novo.



Antes pelo contrário, com este Procurador-geral da Republica burguesa e este sistema de aplicar a justiça e porque é um sistema na sua forma prática burguês, todos os crimes que foram praticados até hoje contra o povo e são conhecidos do domínio público uns já foram arquivados e os outros seguramente que arquivados vão ser.


È preciso não alimentar-mos mais ilusões com este estado burguês e a sua justiça, o governo do Eng.º Sócrates / Cavaco Silva os seus partidos com assento em São Bento que são burgueses e seus respectivos lacaios.


O futuro da classe dos exploradores está a chegar ao fim!


O futuro para os explorados e oprimidos é radioso!


O caminho a seguir pelos explorados é o da Revolução Proletária!


O Marxismo - Leninismo é a Revolução!

Publicado Por Silplicio Portugal às 11:11
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

Taxas Moderadoras na Saúde Pública

O Governo do Eng. Sócrates P“S”/Cavaco Silva, bem como os parlamentaristas, aliados e cúmplices em São Bento, todos eles juntos e ao serviço da classe dos exploradores da burguesia e do grande capital financeiro.


Preparam-se agora para criar mais uma taxa dita “moderadora” para quem tenha, a infelicidade e o azar de estar doente e ser curado, ou precisar de der ser internado e ser curado.

Vêm desta vez difundir a sua política anti-povo, fazendo porta-voz, um dos seus lacaios, neste caso o ministro da saúde, Correia de transmissão da ideologia burguesa, dos exploradores, difundindo a notícia da aplicação de mais uma das taxas moderadoras para a saúde.

Os protestos e argumentos do ministro, Correia de transmissão da ideologia burguesa e dos exploradores são vários, mas todos eles são contra o Povo e como tal, creio que desta vez o ministro, Correia de transmissão da ideologia burguesa e dos exploradores bem como o governo Eng. Sócrates /Cavaco Silva vão ter a resposta adequada, do nosso Povo.

O utilizador pagador é a politica do grande capital!


O utilizador pagador, não é mais nem menos, que a política dos exploradores e do grande capital, que este Governo e o ministro, Correia de transmissão da ideologia burguesa e dos exploradores, têm aplicado em conluio com os seus aliados e cúmplices parlamentares em São Bento.

Ora se os operários, os trabalhadores, o Povo não tem dinheiro, em suma os explorados e porque o sistema vigente em Portugal é assente nos baixos salários e à custa de uma violenta exploração, sobre os trabalhadores o que provoca no povo a maior pobreza e miséria e nos exploradores uma grande riqueza e abundância com fabulosos lucros.


Estas medidas, agora baptizadas de “taxa moderadora ao serviço e bem dos cidadãos que se encontram doentes”, a virem a ser aplicadas além de penalizarem gravemente e continuamente, a assistência médica ao nosso Povo.


Visa também matar os trabalhadores antes da idade da reforma, para assim o estado dos exploradores, desta vez com o rosto do P “S” comité de negócios do grande capital, não pagar a quem trabalhou e descontou.

Ninguém deve pagar tal taxa!

 

O ministro deve ser demitido!

 

O Governo do Eng. Sócrates comité de negócios do grande capital deve ser demitido!

O Povo deve demitir o governo do Eng. Sócrates /Cavaco Silva!

 

O Povo Vencerá!

Publicado Por Silplicio Portugal às 11:03
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos

- Mais Sobre Mim

- Pesquisar Neste Blog

 

-Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

- Posts Recentes

- Os dez milhões de euros

- A colocação de radares em...

- Dívida da instituição Spo...

- A Construção de um novo A...

- A ocupação do Rivoli na c...

- Contra qualquer aumento n...

- Discurso de Cavaco Silva ...

- O Encerramento das urgênc...

- A viagem de Cavaco Silva

- O projecto escola “segura...

- Arquivos

- Outubro 2007

- Agosto 2007

- Abril 2007

- Março 2007

- Outubro 2006

- Links

blogs SAPO

-subscrever feeds